sábado, janeiro 28

PAZ DE DEUS: ANTÍDOTO CONTRA AS INIMIZADES LIÇÃO 5 – CPAD – JANEIRO 2017

PAZ DE DEUS: ANTÍDOTO CONTRA AS INIMIZADES
LIÇÃO 5 – CPAD – Janeiro 2017
estudo pr osvarela
Texto Áureo
“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” Jo 14.27
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Efésios 2.11-17
11 Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;
12 Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
13 Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
14 Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
15 Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
16 E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
17 E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto;
Paz – eirene
Y^eruwshalem (Chald); n. pr. loc. Jerusalém = “ensino de paz”
sha’an; v. estar tranqüilo, estar em paz, descansar, repousar com segurança, estar sossegado
שאנן  sha’anan; adj. tranqüilo, sossegado, seguro; tranqüilo, seguro, completo, saúde, bem estar, paz
Shalowm – totalidade (em número); segurança, saúde (no corpo); bem estar, saúde, prosperidade; paz, sossego, tranqüilidade, contentamento; paz, amizade;  paz (referindo-se a guerra); paz (como adjetivo)
ειρηνευω - eireneuo; v. fazer a paz; cultivar ou manter a paz, harmonia; estar em paz, viver em paz
ειρηνη – eirene; do verbo primário eiro (juntar); TDNT - 2:400,207; n f; estado de tranqüilidade nacional; ausência da devastação e destruição da guerra; paz entre os indivíduos, i.e. harmonia, concórdia
Pessoal - segurança, seguridade, prosperidade, felicidade (pois paz e harmonia fazem e mantêm as coisas seguras e prósperas)
Em relação a Deus e Jesus Cristo - da paz do Messias; o caminho que leva à paz (salvação);
Religioso - do cristianismo, o estado tranqüilo de uma alma que tem certeza da sua salvação através de Cristo, e por esta razão nada temendo de Deus e contente com porção terrena, de qualquer que seja a classe
Salvífica - o estado de bem-aventurança de homens justos e retos depois da morte
Ειρηνικος - eirenikos; adj. relacionado à paz;
Relacionamento - pacífico, tranqüilo, que ama a paz; que traz a paz consigo, sereno.
Inimizade –
Εχθρα - echthra; n. f. inimizade; causa de inimizade
εχθρος – echthros; de echtho (odiar); detestável (passivamente, odioso, ou ativamente, hostil);
De cunho pessoal; adj. odiado, odioso, detestável; pessoa hostil; um determinado inimigo; alguém hostil.
Oposição - hostil, que detesta e se opõe a outro
Relacionamento Verticalhomem – Deus; usado de pessoas que estão em inimizade com Deus pelos seus pecados; opondo-se (a Deus) na mente
Oposição à Deus através do homem - do diabo que é o mais amargo inimigo do governo divino.
Exórdio
A Paz é o bem mais procurado pela Humanidade.
Buscada por todos os homens, de maneira intrínseca. Pois, pela paz, no sentido relacional, consigo mesmo, todo homem se sentirá completo, inteiro como ser.
O homem deve buscar ter Relacionamento do modelo cristíco - pacífico, tranqüilo, de quem ama a paz; do que traz a paz consigo, daquele que se torna sereno, pela esperança eterna.
Mesmo em nossas comunidades religiosas, no momento posterior a Jesus Cristo, a Sua Igreja necessita ter uma busca continuada da paz, para evitar-se a entrada de disputas, porfias, murmurações e outras Obras da Carne que tentam impedir uma Igreja ser cheia da Comunhão em Cristo.
Paz em fundamental no relacionamento horizontal – homem-homem. Incluindo as Comunidades: Igreja, Social, Trabalho, Família.
Na relação familiar.
No relacionamento eclesiástico – irmão-irmão, crente – crente.
No relacionamento eclesial – pastor-pastor. Vide Paulo e Pedro.
Tendo-se paz o homem encontra-se total, completo, seguro, saudável. Veremos, como o homem pode alcançar esta paz que traz completude ao Ser Humano.
Há, contudo, um inimigo e opositor ao homem, quando vemos sob a ótica da Humanidade representada, desde Adão, como governo ou gerencia da Criação, a qual o opositor: Satanás, tenta destruir desde o Éden.
A inimizade é notoriamente reconhecida como uma forma de atuação entre a Criação e até mesmo no reino metafísico celestial, arcanjos, anjos, querubins e serafins, como fruto desta busca de Lúcifer, hoje Satanás, para alcançar o trono do Divino e se exaltar sobre todos.
Se a inimizade fruto desta criatura adentrou no seio dos céus, ela acabou atingindo a Terra.
I – Inimizade e o Homem – uma visão no reino espiritual
11 Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;
12 Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
15 Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
Quando passamos a estudar a questão da inimizade, nos defrontamos com a questão relacional do homem com o Deus.
A relação humano-divina fora seccionada e posta uma barreira que impedia ao homem ter acesso a Deus.
12 Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
O Apóstolo Paulo ao relatar esta questão da inimizade ressalta que isto provocara em Deus uma escolha, por sua inteira bondade e soberania, de um povo: Israel, para lhe servir aqui na terra como interlocutor da sua vontade e alcançar os benefícios da sua escolha inquebrável e eterna.
Assim, que esta escolha promovera um distanciamento dos gentios, os de fora da Casa de Israel. Eram os gentios um povo sem esperança e inimigos de Deus. Porém através do Plano Salvífico Deus promoverá um reencontro de toda a Humanidade, que fora gerada da mesma semente multiplicativa de Adão e Eva para afastar esta Inimizade através de Seu Filho Jesus O Cristo.
 - “pessoas que estão em inimizade com Deus pelos seus pecados; opondo-se (a Deus) na mente”.
Como gentios não tínhamos qualquer relacionamento com Deus, a não ser pela própria Criação. R0manos 1.19 ss
Nós os gentios éramos:
            sem Cristo
separados da comunidade de Israel
estranhos às alianças da promessa
não tendo esperança
sem Deus no mundo.
Todas estas coisas, posição, sanguinidade, ignorância, e afastamento de Deus nos tornavam inimigos de Deus e entregue a condenação de Morte.
A Lei e os mandamentos, a religião nos afastava de Deus?
Ou a lei era má?
“Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.” Romanos 8:2-5
A separação da comunidade de Israel nos tornava fora da Aliança, principalmente e pela lei dos mandamentos, a Nomia, nos afastava, inclusive, sanguineamente, e até mesmo, por todo o sacrificial existente, nos colocava diretamente em Inimizade com Deus, pois não entendíamos que a lei era sana e boa isto até para com os da casa de Israel.   
“E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento ... e eu morri. E o mandamento que era para vida, achei eu que me era para morte. Porque o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, me enganou, e por ele me matou. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Romanos 7:9-12
Ignorantes sobre as promessas adquiridas, ou melhor, concedidas a Casa de Israel.
Condenados a Morte para nós não havia esperança.
Vivíamos, desta forma, sem nenhuma noção, ou conhecimento do Deus a quem deveríamos servir.
Por isto Paulo diz: “Qual é logo a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? Muita, em toda a maneira, porque, primeiramente, as palavras (os oráculos) de Deus lhe foram confiadas.” Romanos 3:1,2
Tiveram a revelação do Eu Sou, o que se deu pelo próprio Deus, e mesmo assim, Deus disse que muito que não a compreenderam.
A falta de Esperança – resultado da Inimizade e distanciamento de Deus.
A inimizade contra Deus tornou o homem um ser sem esperança.
Éramos todos destinados a Ira de Deus, em corrupção, de maneira que a própria terra ou a Criação geme esperando a libertação do homem, gemendo pelo dia da Redenção.
Porém contrariando ao autor do pecado esta falta de esperança, nos fez ser salvos em esperança, ao sermos adotados, de filhos da ira, para sermos Filhos de Deus.
“Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.
E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará?” Romanos 8:20-24
Como alcançar o estado tranquilo de uma alma que tem certeza da sua salvação – ter Paz - através de Cristo.
Em relação a Deus e Jesus Cristo – só há um que nos dá a Paz, o Messias; O Cristo de Deus:Jesus. Ele é o caminho que leva à paz, que se manifesta em uma posição diante dos Céus e potestades na Salvação.
13 Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
14 Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
16 E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.

CONTINUA NA 2ª PARTE

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical