quinta-feira, fevereiro 21

O Legado de Elias - Lição 08 - CPAD

O Legado de Elias
Lição de Número 8 -CPAD
1º Trimestre/2013
Subsídio escrito: Pr. Osvarela
Texto Áureo.
II Rs. 13. 11.E disse Jeosafá: Não há aqui algum profeta do SENHOR, para que consultemos ao SENHOR por ele? Então respondeu um dos servos do rei de Israel, dizendo: Aqui está Eliseu, filho de Safate, que derramava água sobre as mãos de Elias.
DestaqueO legado [pessoa] é obrigado a agir em consonância com as intenções da autoridade que lhe confiou a missão e seu comportamento deve ser digno da mesma.
1-Etimologia.
Safate - julgou; - n. pr. m. Safate = “julgado” ou “ele tem julgado”
Abel-Meolá - אבל מחולה -Prado de dança ou prado dançante, local de nascimento e residência do profeta Eliseu, próximo a Bete-Seã, na tribo de Issacar, próximo ao local onde o el-Maleh emerge em direção ao vale do Jordão, "a rica pradaria que se extende por quatro milhas ao sul de Bete-Seã; um local úmido e frondoso". Aqui, Elias encontrou Eliseu com seu arado, quando aquele voltava de Horebe para o vale do Jordão. O local é conhecido, atualmente, como 'Ain Helweh’.
- cidade situada  no Vale do Jordão, (Jz 7:22; 1Rs 4:12; 1Rs 19:16). 
Situada a cerca de 14.5 km a sul de Beth-Shan.
Masiah – “O Ungido”. Nas escrituras neotestamentárias – Christos - “ O Cristo”
Ungir alguém significava, separação. Realizada neste instante, daquele que estava recebendo a unção, alguém, a quem Deus  escolhera, para estar a seu serviço, o ungido passava [passa] imediatamente a estar, ao dispor da vontade de D'us;
Capacitação do Espírito Santo àquele serviço.
Nas Escrituras Neotestamentárias:I Timóteo 4:14. Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério;
Por isto a ordem dada a Elias a realização da transferência.
19. Partiu, pois, Elias dali, e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, e ele estava com a duodécima; e Elias passou por ele, e lançou a sua capa sobre ele.
II Reis 2:13. Também levantou a capa de Elias, que dele caíra; e, voltando-se, parou à margem do Jordão.  
Representada pela capa, tanto na escolha cumprindo a ordem divina, bem como, na queda da Capa no momento no qual Eliseu recebe a Capa descida do alto.
I Rs 19.15. E o SENHOR lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e, chegando lá, unge a [...] também a Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
Era a unção profética transferida a Eliseu.
Navi’– Alguém que fala de forma autorizada!
חוי Chowzay - n m.  vidente - vidente -  visão
חזה chazah - v. ver, perceber, olhar, observar, profetizar, providenciar; (Qal): ver, observar; ver como um vidente em estado de êxtase
Legado -
Conceito - O legado é uma coisa certa e determinada destinada para alguém, que a partir desse momento é denominado legatário, em testamento ou codicilo. Não se confunde com a herança, que é a totalidade ou a parte ideal do patrimônio do “de cujus”.
O interessante nesta lição 08 é que o significado de Legado serve também de substantivo de um cargo ou incumbência pessoal, recebida.
Eliseu recebeu o legado de Elias, mas também era o verdadeiro legado, em um dos sentidos da palavra.
Legado - (latim legatum, -i, doação por testamento)
s. m. 1. Aquilo que se deixa por testamento a quem não é herdeiro forçoso ou principal.
2. O que é transmitido a outrem que vem a seguir.
Legado - (latim legatus, -i, enviado, embaixador)
s. m. 1. Enviado ao serviço de um Estado. = EMBAIXADOR
Legar - Conjugar
v. tr.
1. Deixar (em legado).
2. Deixar por herança.
3. Transmitir.
4. [Na Diplomacia entre Estados Soberanos]  Enviar como legado.
Leitura Bíblica em Classe.
I Rs 19.16.Também a Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei de Israel; e também a Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
17E há de ser que o que escapar da espada de Hazael, matá-lo-á Jeú; e o que escapar da espada de Jeú, matá-lo-á Eliseu.
18Também deixei ficar em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que não o beijou.
19Partiu, pois, Elias dali, e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, e ele estava com a duodécima; e Elias passou por ele, e lançou a sua capa sobre ele.
20Então deixou ele os bois, e correu após Elias; e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. E ele lhe disse: Vai, e volta; pois, que te fiz eu?
21Voltou, pois, de o seguir, e tomou a junta de bois, e os matou, e com os aparelhos dos bois cozeu as carnes, e as deu ao povo, e comeram; então se levantou e seguiu a Elias, e o servia.
Introdução:
Há nas Escrituras histórias de pessoa, que receberam legado e não souberam usá-lo e o legado dividiu-se ou perdeu-se, ou transferido à outro.
Roboão recebeu um reino completo e aumentado, de seu pai Salomão, um Reino unido e na primeira ação, o seu reino rachou-se em dois...
Receber um legado espiritual naqueles dias do profetismo e reinado monocrático e teocrático era para alguém da família, mas há inúmeros relatos, pelos quais os legítimos herdeiros, ou dispensaram o que receberam, ou não estavam moralmente capacitados, para tal!
Seja por despreparo, quanto por desprezo a promessa e ao Santo.
Em nossos dias necessitamos de ter a visão do Altíssimo para saber identificar a quem o Legado deve ser entregue.
Tenho visto acerto, erros e importantes decisões, muitas vezes criticadas como hereditariedade, mas que se confirmaram esplendorosamente, entre nós, com a confirmação da chamada do escolhido e sucessor!
I Rs 19.15-16. E o SENHOR lhe disse: Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco; e, chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria. Também a Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei de Israel; e também a Eliseu, filho de Safate de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
Mas naqueles dias muitos Profetas e até sacerdotes e Reis se houveram complicados com os seus sucessores consanguíneos, como também em nossos dias!
Mas, nesta quadra Eliseu aparece como um sucessor sem consanguinidade biológica, ou DNA de Elias, mas como mais importante: Chamada!
- Eli – Filhos rebeldes – filhos de Belial;
- Salomão – Filhos rebeldes – Roboão;
- Samuel – Filhos rebeldes - 1 Samuel 8. 1 E SUCEDEU que, tendo Samuel envelhecido, constituiu a seus filhos por juízes sobre Israel.2 E o nome do seu filho primogênito era Joel, e o nome do seu segundo, Abia; e foram juízes em Berseba.3 Porém seus filhos não andaram pelos caminhos dele, antes se inclinaram à avareza, e aceitaram suborno, e perverteram o direito.4 Então todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá,5 E disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos;
O primeiro legado entre os de Israel era o legado da benção espiritual, e este também foi desprezado.
Necessitamos entender, que o legado religioso era uma forma cultural e do culto no antigo Oriente.
Como citamos acima alguns exemplos.
Era a necessidade do legado.
Pronuncia-se majoritariamente entre os levitas, entre os sacerdócios.
O legado era transmitido pela convivência pai-filho-divindade.
Isaque – Esaú.
Esaú trocou-o por um prato de lentilhas.
Gen 25.21. E Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu. [...] 27 E cresceram os meninos, e Esaú foi homem perito na caça, homem do campo; mas Jacó era homem simples, habitando em tendas.28 E amava Isaque a Esaú...29 E Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo, e estava ele cansado;30 E disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou cansado. Por isso se chamou Edom.31 Então disse Jacó: Vende-me hoje a tua primogenitura.32 E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer; para que me servirá a primogenitura?33 Então disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó.34 E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura.
A lição do legado deve ensinar que o legado não precisa, e nem sempre está em consonância, bem como, em discordância, com o parentesco, mas de acordo com a Chamada ou Promessa, a Visão e Perseverança, daquele que o busca, recebe e persegue o dono do legado! Osvarela
3- A Constituição e Contribuição do Profeta Elias no Reino de Yahvé foram notórias.
Deus necessitava de alguém com disposição e lombos idênticos a Elias para continuar a missão moralizadora e demonstrativa e proclamadora do Temor, justiça e juízo em Israel.
Era a missão do profetismo javista nos arraiais da nação, ou melhor, do povo de Israel.
Apontar o erro do povo e cumprindo a tríplice função do nabi, ou navi’.
-Pregar - o que envolve despertar o povo para que obedeça à sua palavra, por outro lado, predizer envolve encorajar o crente com vistas das promessas de Deus. Era ser o porta-voz autorizado por Deus.
Aquele que recebia a Sua Mensagem e a Proclamava ao povo de forma oral, simbólica (visual- veja Jeremias e Isaías) e também por Escrito (Jeremias está dentro das três modalidades).
Os profetas utilizavam a forma verbal, ao anunciar e proclamar a Mensagem: “Assim diz o Senhor!
-Predizer
- Avisar - Atalaia
A ação de Elias como navi’ foi plenamente legitima e dentro da atividade contundente do verdadeiro Profeta Nacional.
Profetizar pra produzir temor – Aviso;
Ou seja:
Anunciar os Oráculos divinos;
Proclamar os juízos; Declarar os juízos vindouros; Mostrar que Deus zela pelo que diz e ao culpado não tem por inocente;
Trazer Ânimo para o cumprimento aos Escritos Divinos e Ditos de Yahvé.
Ânimo para lembrar as promessas;
A vida de Elias demonstra a forma de atuação em períodos da História no Oriente, no qual os profetas eram homens de Deus, que viram sua mão operando no decurso da história da nação e do mundo de então.
Elias cumpria os requisitos do Profeta, nos deveres básicos.
Elias cumpria esta função com extremado zelo e convicção, e necessitava que o seu Legado estivesse sobre alguém escolhido e com chamada especial para continuar a conclamação para que Israel retorne à vida da Aliança [Sinaítica – Ex.19], a qual estava abandonada pela maléfica atuação e casamento de Acabe, pela sua esposa preferida e coroada rainha!
Elias necessitava de um sucessor que pudesse exercer esta função.
4- A Ação do Profeta – Nacionalmente e Universalmente.
Usamos o termo universal, com o pensamento voltado pra a questão da ação Universal da Soberania divina.
Deuteronômio 7: 17."Se disseres no teu coração: Estas nações são mais numerosas do que eu; como as poderei lançar fora?"
O momento de Elias e Eliseu necessitava de que o Legado profético nacional prevalecesse sobre a maldição da adoração a ídolos-postes!
Isaías 40 : 15."Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima."22. Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;
23.O que reduz a nada os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra.
Porquanto, quando estudamos o ambiente ou ambiência dos profetas verificamos que as Escrituras veterotestamentárias mostram que a atuação dos profetas atingia:Nível Nacional e Mundial, pois, a ação sobre e na vida do reino de Israel, como até hoje como Nação, refletia no equilíbrio dos Reinos vizinhos e nos Impérios posteriores, á época dos idos da Lição estudada.
O profeta anunciava que era Deus quem levantava ou derrubava um reino, de acordo com o propósito divino.
Embora isto, ocorresse no cenário do AT sob a visão de Yahvé para o seu povo, e diante do comportamento deste.
Vemos ao longo das narrativas de forma clara os acontecimentos preconizados pela boca do Vidente, e qual o seu objetivo.
Só isto daria uma nova Lição.
Voltando ao legado, vemos então que o legado de Elias era algo imensurável e imperdível aos objetivos de Yahvé.
Obrigações com a Aliança – condenação da prostituição cúltica e espiritual;
-voltar para Deus
-chamado a santidade pessoal e nacional;
-chamado a koinonia – sem exploração dos pobres pelos ricos e pelo rei; estudado na lição – A Vinha de Nabote.
O Tema – O Dia do Senhor;
É para nós uma visão escatológica. Mas nas páginas veterotestamentárias é uma visão de juízo a ação dos Reis e do Povo!
Incluindo o juízo imediato, sobre:
- os descrentes;
- a purificação do povo de Deus; aqui nos voltamos a vivenciar em nossos dias, sob a ótica da profecia como citada etimologicamente pelo Apóstolo Pedro. -
- a salvação do povo de Deus, tanto espiritual, quanto a salvação da desgraça temporal para uma vida de conforto e paz.
O “Masiah” – o Messias era também o alvo da profecia, quanto a visão de um remidor e Resgatador do Povo de Deus.
Lembrando que o Ministério Profético de Elias não encerrou esta vivencia e ambiência idólatra entre os de Israel.
É uma linha guia indicando a necessidade de alguém com Porção dobrada.
5 - Para Receber Legado e Ser Reconhecido como O Real Donatário tem que Ser Servo de Profeta.
Pode ser humilhado.
Pode ser escarnecido.
Nos termos atuais seria chamado de bajulador de profeta.
Nada porém o afetou!
I Rs.13.11.b. Aqui está Eliseu, filho de Safate, que derramava água sobre as mãos de Elias.
O Texto Bíblico deixa bem claro a posição de servo e o texto abaixo a perseverança em servir, até ao fim:
Eliseu não teve por menosprezo o escárnio dos filhos do s profetas [hereditários - criam que sua porção por DNA estava garantida], mas foi humilhado sem perder o alvo e o objetivo.
Será que nós estamos na mesma posição?
Eu estou nesta posição de humildade?
II Reis 2:4-6. E Elias lhe disse: Eliseu, fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou a Jericó. Porém ele disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Jericó.Então os filhos dos profetas que estavam em Betel saíram ao encontro de Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor por sobre a tua cabeça? E ele disse: Também eu bem o sei; calai-vos.SUCEDEU que, quando o SENHOR estava para elevar a Elias num redemoinho ao céu, Elias partiu de Gilgal com Eliseu.E disse Elias a Eliseu: Fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou a Betel. Porém Eliseu disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Betel.E Elias disse: Fica-te aqui, porque o SENHOR me enviou ao Jordão. Mas ele disse: Vive o SENHOR, e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim ambos foram juntos.
Eliseu foi servo de Elias.
Ele servia a Elias.
Significa, que Eliseu obedecia a Elias, ouvia a Elias, sabia das necessidades de Elias, dos costumes de Elias; era íntimo de Elias;aprendia com Elias;
Não se apartou de Elias [foi instado a para e não atravessar o Jordão, mas não desistiu, porque queria ser o homem preparado para receber o legado], até receber o legado.
Indica que se alguém quer receber o Legado do Profeta da Nação tem que estar junto do Elias e não afastado nem sem humildade perante o Elias, afim de ser alcançado no momento certo de receber a capa de Elias.
Aliás, a capa de Elias caída significa, que ela desceu para as mãos certas e obedientes e foi utilizada como primeira aprovação do recebedor do Legado! 

Nenhum comentário:

Seguidores

Share it

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical

Notícias

Loading...